27 de setembro de 2012

Resenha Dupla: A Escolha

Autor: Nicholas Sparks
Editora: Novo Conceito 
Edição: 1/2012
Número de Paginas : 303

Travis Parker possui tudo o que um homem poderia ter: a profissão que desejava, amigos leais, e uma linda casa beira-mar na pequena cidade de Beaufort, Carolina do Norte. Com uma vida boa, seus relacionamentos amorosos são apenas passageiros e para ele, isso é o suficiente. Até o dia em que sua nova vizinha, Gabby, aparece na porta. Apesar de suas tentativas de ser gentil, a ruiva atraente parece ter raiva dele. Ainda sim, Travis não consegue evitar se engraçar com Gabby e seus esforços persistentes o levam a uma jornada que ninguém poderia prever. Abrangendo os anos agitados do primeiro amor, casamento e família, A Escolha nos faz confrontar a questão mais cruel de todas: Até onde você iria manter o amor de sua vida?
...

Murilo = Verde
Felipe = Azul

O livro “A Escolha”, em inglês (The Choice), foi a edição lida por mim. Foi meu primeiro livro ("grande") em inglês e meu primeiro livro do autor. Por conhecer seus trabalhos apenas pelos filmes (e gostar das historias), resolvi dar uma chance e escolher “A Escolha” (HAHA desculpem a péssima piada).

Quem me conhece sabe, e quem não me conhece ficará sabendo agora que, sou muito fã de Nicholas Sparks, e basicamente gosto de tudo o que ele escreve, então me perdoem caso eu o bajule demais, tentarei ser ponderado, evitando meu favoritismo, sendo um pouco mais crítico do que de costume (claro, com os livros do autor). Então vai...

O livro vai narrar a história de Travis, um homem que apesar de nunca ter encontrado seu verdadeiro amor, tem ótimos amigos, um belo e extrovertido cachorro e uma bela casa na praia. Exerce a mesma profissão de seu pai, veterinário, conhecendo assim Gabby, sua nova vizinha.

Gabby cresceu em um típico lar sulista, sua mãe apegada a tradições fez com que ela frequentasse aulas de piano e etiqueta na infância e adolescência, na tentativa de fazê-la quando mais velha, arranjar um ótimo partido para casar. Mas Gabby foi contra todas as vontades da mãe, assim ingressou na faculdade de Medicina, não tendo concluído por pressão da mesma, preferiu fazer o curso de auxiliar médica. Na tentativa de ficar mais próxima do namorado, Kevin, Gabby muda-se para Beaufort, uma cidadezinha da Carolina do Norte. Ela acaba conhecendo seu vizinho Travis, devido a sua cachorra estar prenha, e assim resultando em acontecimentos irreversíveis.

Sabendo que Nicholas Sparks é famoso por seus romances melosos e mortes no fim do
livro, nunca me interessei muito pelas suas obras, sempre esperava pelo filme (pois a maioria de seus livros teve uma adaptação para o cinema). Mas querendo ler algo em inglês, para treinar, resolvi experimentar um pouco de Sparks, e não me arrependi.

Existe uma crescente relação de amor e ódio com o autor (não da minha parte) devido a sua estrutura de criação de história ser repetitiva, mas o que poucos lembram ou não sabem é que o autor já possui um publico alvo (milhões de fãs alucinadas que não sabem viver sem suas doses diárias de melodrama) e ele escreve justamente para elas. Não existe a preocupação de se ganhar mais leitores.

A narrativa do autor é gostosa, nos levando então com facilidade. Não posso negar que o Nicholas sabe escrever, ele sabe quando colocar algo na história que vai fazer seus leitores quererem mais, prendendo-os na leitura. Surpreendi-me em como consegui rir em certos momentos da leitura, existem acontecimentos engraçados entre as personagens. E apesar der ser um romance leve e doce, existem seus momentos de tensão e outros de arrancar suspiros.

Nicolas Sparks é famoso por usar e abusar do clichê em suas obras, claro que não podemos esquecer. Ele escreve Romance/Drama e digamos que o gênero o força a utilizar das obviedades. “A escolha” achei um pouco fadado, o autor forçava algumas vezes situações que de tão desgastadas que estavam não transpunham as sensações desejadas.

O inglês do livro pode ser considerado médio, na minha opinião achei a narrativa em 3ª pessoa do autor um pouco complicada (mas com esforço e google tradutor, qualquer um consegue), já as falas das personagens são mais básicas, sendo assim de fácil compreensão.

Na minha concepção de leitor/fã, o livro foi uma construção muito mais comercial do que inspiratória. Nota-se que ele não possuía uma história, digamos “original” e como ele tinha que cumprir algum acordo de publicação com a editora, ele resolveu fazer um catado, juntando um pouquinho daqui, um tantinho de lá.  Criando uma história rasa e superficial. Tirando tudo isso...
Foi mais um livro do estilo Sparks de escrever, onde o autor de prende do começo ao fim.

Apesar de alguns clichês e uma falta de aprofundamento em certos pontos da história, gostei da narrativa do Nicholas e me empolguem em ler suas outras (e mais famosas) obras. “A Escolha” é um romance gostoso de ser lido e que vale a pena, mas entenda que existe coisa melhor (pelo visto até mesmo do mesmo autor).

Nota Felipe: (3)


Nota Murilo: (3,5)

8 comentários:

  1. Oi Murilo! Esse também foi o primeiro livro que eu li do Nicholas Sparks haha, e eu gostei da narrativa do livro,e a história me deixou emocionada kkk,sou muito emotiva,adoro histórias dramáticas,então sou suspeita pra falar,gostei demais do livro! Com certeza irei ler outras obras dele ^^

    Jéssica - Strawberry de livros e filmes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com esse não me emocionei tanto, mas curti a historia! To querendo ler agora os mais famosos dele!!! :D

      Excluir
  2. Adorei a resenha mais que crítica de vocês. Gosto de romances dramáticos e mesmo tendo apenas lido um livro dele até agora, já ouvi muitos elogios do modo de escrever do autor e quando terminei de ler "O Melhor de Mim" os elogios com relação a escrita foram confirmados.
    Beijos
    Let It Shine

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Nathi, tenho certeza que você lerá muitos outros livros do autor! Ahh eu adoro O Melhor de Mim, é um dos melhores títulos que ele lançou recentemente. Beijos.

      Excluir
  3. Acabei de ler esse livro... Super recomendo ele , me emocionei muito!!! E mais uma vez o Nicholas Sparks está de parabéns por essa obra comovente e muito agradável ... Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gabi, vc por ake! HUAHUASHUASHS é bem legal mesmo esse livro! Beijos!

      Excluir
  4. hahhahaahhahahha uhullll não tão assim né fe!! haha

    ResponderExcluir