16 de janeiro de 2013

Resenha: Eu Sou o Número Quatro

Autor: Pittacus Lore
Editora: Intrínseca
Edição: 1/2011
Numero de Paginas: 350

Nove de nós vieram para cá. Somos parecidos com vocês. Falamos como vocês. Vivemos entre vocês. Mas não somos vocês. Temos poderes que vocês apenas sonham ter. Somos mais fortes e mais rápidos que qualquer coisa que já viram. Somos os super-heróis que vocês idolatram nos filmes e nos quadrinhos — mas somos reais. Nosso plano era crescer, treinar, ser mais poderosos e nos tornar apenas um, e então combatê-los. Mas eles nos encontraram antes. E começaram a nos caçar. Agora, todos nós estamos fugindo. O Número Um foi capturado na Malásia. O Número Dois, na Inglaterra. E o Número Três, no Quênia. Eu sou o Número Quatro. Eu sou o próximo.

“A curiosidade matou o gato.”
 – Ditado popular.

Capa do filme
Eu sou o numero quatro conta a história de John, ou melhor, Quatro, ele é um lorieno, ou seja, veio de um planeta chamado Lorien, já que o mesmo foi destruído por uma raça inimiga chamada Mogadoris, ele e mais nove crianças vieram para a Terra na esperança de um dia derrotarem o inimigo e reconstruir Lorien. Cada criança veio junto com seu guardião ou tutor, responsabilizado de ensinar e treiná-la, o de John chama-se Henry, e ele é a única família do nosso protagonista.

No primeiro livro da série Os Legados de Lorien, conhecemos o dia-a-dia de John, apesar de ser um alien, ele passa pelos mesmos problemas de um adolescente terráqueo.  Assim suscetível a inseguranças, medos, e até ao amor.

Por ser o primeiro de uma série, o livro tem um ritmo lento, deixando a leitura um tanto arrastada. Apesar de a escrita ser fácil o problema está na história, que pouco convence devido à narrativa ser em primeira pessoa, é cansativo ficar sob a perspectiva do John, ele é meio previsível.

Os demais personagens são um tanto vagos, a presença deles na trama pode ser facilmente descartável. O romance criado pelo autor (autores, não sei) é muito superficial. Ele poderia ter evitado, acho que não faria falta na história.
Autores

O que mais me chateou na leitura, foi que, após ter terminado o livro, não estava convencido de que o personagem John é um herói ou será um herói, ele terminou o livro do mesmo jeito que começou: confuso com seus sentimentos.

Espero que a continuação me empolgue, já que Eu sou o numero quatro se resume apenas em uma introdução de uma história que ainda não aconteceu, terminei o livro com aquela sensação do autor ter enchido linguiça.


Nota:  (2)








8 comentários:

  1. Não tenho vontade de ler essa série , ainda mais depois do que você falou sobre o autor , acho que não faz o meu estilo é eu não gostei muito do filme , parabéns pela resenha :D

    euvivolendo.blogspot.com ( comenta lá :D )

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obrigado G. Olha sabe como dizem, gosto é gosto, mas sabe quando você pode evitar em vez de correr o risco?! Então... É bem assim.

      Excluir
  2. Parece ser um livro bem fraquinho.. :/ Eu já assisti ao filme, que também não é lá essas coisas, mas pelo que você disse, me parece ser um pouquinho melhor do que o livro (caso raro).
    Um beijo,
    Nic

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente! O filme é mais empolgante do que o livro, convence mais na ação, no romance, entre outras coisas.
      Beijos!

      Excluir
  3. Olá!
    Tenho vontade de ler esta série, mas parece ser bem fraca. Acho MUITO ruim quando o primeiro livro de uma série é chato, a única maneira de fazer um leitor continuar uma série é o primeiro livro sendo incrível! Que pena que este livro é chatinho =/ Fiquei um pouco desanimado para lê-lo... Sua resenha está ótima!

    Abraços,
    David.H.S
    http://livrosemaisseries.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu D. Então, o autor, ou melhor os autores poderiam ter feito pelo menos o livro menor, sabe?! Acho que talvez a história ficaria menos cansativa.

      Excluir
  4. Oi Felipe! Apesar de ter gostado um pouquinho do filme acho que o livro não é muito legal não. Talvez, como tu dissestes, uma continuação vá tornar a história mais empolgante, mas enfim. Gostei muito da resenha, parabéns.

    Xoxo
    http://foolishhappy.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obrigado Tai! Espero que a continuação melhores...
      Beijos

      Excluir