7 de outubro de 2014

Resenha Dupla: A Máquina de Contar Histórias

Autor: Maurício Gomyde
Editora: Novo Conceito/Novas Páginas
Edição: 1/2014
Número de Páginas: 192

Na noite em que o escritor best-seller Vinícius Becker lançou A Máquina de Contar Histórias , o novo romance e livro mais aguardado do ano, sua esposa Viviana faleceu sozinha num quarto de hospital. Odiado em casa por tantas ausências para cuidar da carreira literária, ele vê o chão se abrir sob seus pés. Sem o grande amor da sua vida, sem o carinho das fi lhas, sem amigos... O lugar pelo qual ele tanto lutou revela-se aquele em que nunca desejou estar.
Vinícius teve o mundo nas mãos, e agora, sozinho, precisa se reinventar para reconquistar o amor das filhas e seu espaço no coração da família V.Uma história emocionante, cheia de significados entrelaçados pela literatura, mostrando que o amor de um pai, por mais dura que seja a situação, nunca morre nem se perde.


*Felipe
*Murilo

Não sei quantas vezes eu iniciei essa resenha e apaguei tudo, tenho tanto pra falar da história, do autor, mas ao mesmo tempo me faltam palavras pra expressar a montanha russa de emoções que A Maquina de Contar Histórias me causou. 

O Felipe já havia me falado o quanto a escrita do Maurício Gomyde era boa e que eu tinha que ler um livro dele. O tempo foi passando até que chegou a bienal 2014 e tive a oportunidade de conhecer o autor, é claro que não perdi a chance e comprei meu livro.

Quando foi anunciada a contratação do Mau pela Novo Conceito... Nossa, eu disse um palavrão enorme de tanta felicidade que eu estava, era a editora que eu imaginei ele publicando quando o li pela primeira vez (resenha AQUI). Minhas expectativas foram as alturas, ao mesmo tempo que eu não fazia ideia do que estava por vir.

O livro narra a história de Vinícius Becker, um autor super famoso no Brasil e no mundo, que trabalha demais. O fato de estar tão focado no trabalho, nos livros e nos eventos, faz com que Vinícius acabe se distanciando de sua família. Mas com a morte da mulher, ele começa a reparar o quanto estava ausente na vida das filhas. Agora ele tentara mudar isso e reconstruir sua família.

Assim, Vinícius planeja uma viajem na tentativa de reconquistar o amor das meninas, mas o que o destino planejou para esses três é muito mais do que um tour por belas paisagens e sabores marcantes da Europa. 

A escrita do autor é muito boa. A história em nenhum momento ficou cansativa ou sem noção, sempre alguma coisa acontecia, ou algum personagem falava algo interessante. O texto estava sempre fluindo. A leitura é muito rápida, e o entretenimento é garantido para os fãs de romance.

É incrível a habilidade do "Mau" de conquistar o leitor nas primeiras páginas, seu texto é dinâmico e fluente, as citações musicais criam uma atmosfera cinematográfica a obra, os personagens tem características bem distintas e se completam na medida certa. 

"A Maquina de Contar Histórias" me tocou de uma maneira que não esperava. Nos capítulos finais do livro tem um acontecimento que me pegou de surpresa, quando vi já estava me debulhando em lagrimas. Maurício Gomyde é aquele autor que quando você acaba o livro, você quer se tornar amigo dele (quem leu o livro vai entender essa indireta).

Vídeo Resenha:

Nota Felipe e Murilo: (5)

Nenhum comentário:

Postar um comentário